Liga NOS. Minuto 75 talismã para o Benfica

3ªjornada
Benfica 3 Moreirense 2
Golos: Raúl Jiménez, Samaris, Jonas - Rafael Martins, Ramón Cardozo


Os três jogos do Benfica no campeonato têm sido praticamente iguais. O adversário começa a ganhar através de um lance de contra-ataque. O Benfica só acorda depois de perceber que está a perder. No entanto, os remates dos jogadores são defendidos pelos guarda-redes que se encontram inspirados ou nos ferros das balizas. Foram assim as histórias do Benfica - Estoril e do Arouca-Benfica, bem como da visita dos cónegos à Luz. No primeiro jogo os estorilistas não marcaram, mas tiveram inúmeras oportunidades antes do minuto 75.

A defesa do Benfica continua a sofrer golos em contra-ataque. Não é a entrada de Lisandro para o eixo ou a juventude Nélson Semedo que complica os jogos. O meio-campo continua mal organizado. 

A reviravolta encarnada começou a partir do minuto 75. O problema foi o empate do Moreirense por um jogador chamado Cardozo, cujo primeiro nome é Ramón. Jonas conseguiu acertar na baliza aos 87 minutos. 

Neste momento as debilidades centram-se na forma lenta como recupera nos lances de contra-ataque. 

A paragem dos campeonatos vai servir para Rui Vitória ensaiar esquemas tácticos. Não importa se muitos jogadores vão para as selecções. O que interessa é criar dinâmicas para o futuro.

Nota para o segundo golo do Moreirense obtido em fora-de-jogo. Os jogos dos grandes têm tido alguns golos irregulares por partes dos adversários.

Melhor em campo: Gaitán


Comentários

Mensagens populares