O futuro decide-se no dia 21 de Novembro



As más prestações de Rui Vitória contra os principais adversários do Benfica causam apreensão na nação benfiquista, que olham mais para o outro lado da segunda circular onde está o treinador consagrado.

A culpa das derrotas do Benfica contra o Sporting na supertaça e no campeonato, bem como o desaire no Dragão são do treinador. No entanto, no jogo frente ao FC Porto, o Benfica conseguiu jogar de igual para igual, tendo merecido o empate naquele jogo. Caso os encarnados tivessem jogado no último Domingo aquilo que fizeram no Dragão, não teriam sido goleados. 

O técnico montou mal a equipa porque colocou André Almeida, em vez de Fejsa ou Talisca e até Pizzi. Não percebo porque razão não se aposta em Cristante para este tipo de jogos, onde é necessário mais pensamento na hora de guardar a bola e passar para o colega adequado. O outro erro foi a manutenção da titularidade de Raúl Jiménez. Mitroglou está em melhor forma, além de ser fisicamente mais forte. 

No Benfica há um défice de substitutos para os actuais extremos. Gaitán e Gonçalo Guedes não dão conta do recado a temporada inteira. Salvio está lesionado e Cervi só chega em Janeiro. Nos próximos dois meses são estas as linhas com que o treinador vai ter que se coser. Perante este cenário, a direcção liderada por Luís Filipe Vieira só tem que apoiar o treinador nos maus momentos, uma vez que, foi o próprio presidente que admitiu não ter dado as mesmas condições do passado. No entanto, a equipa tem margem de progressão, embora necessite de um número 10 para nenhum dos avançados ter que recuar no terreno para vir buscar a bola. Jonas, Mitroglou e Raúl Jiménez são homens de área que gostam de jogar naqueles metros. 

Na minha opinião o jogo da Taça em Alvalade é decisivo para a temporada do Benfica, mas não para o treinador. Em caso de derrota, o clube fica sem objectivos a curto prazo, o que poderá causar desmotivação e falta de investimento na equipa em Janeiro. O técnico está seguro, pelo menos, até final da temporada. Se ficar para a próxima época, Luís Filipe Vieira deverá mudar de estratégia. Uma vitória no terreno do velho rival garante a continuidade da estrutura benfiquista. 

Comentários

Mensagens populares