Premier League. Nova derrota coloca Mourinho perto da chicotada

11ª jornada
Chelsea 1 Liverpool 3
Golos: Ramires - Phillipe Coutinho 2, Benteke



A vitória concludente do Liverpool em Stamford Bridge deverá ter acabado com o legado de José Mourinho no Chelsea. O clube londrino começou bem com um golo de Ramires aos 4 minutos, mas depois não procurou ampliar a vantagem. Os reds também não fizeram um grande jogo, mas souberam aproveitar as fragilidades do adversário. Neste momento, não é só a defesa que não rende. Os jogadores do meio-campo não aproveitam o talento, enquanto os homens do ataque não lutam, preferindo ficar à espera de ser servidos. As únicas excepções ao conforto com que alguns jogadores estão em campo são Willian e Ramires. Os dois brasileiros tentam remar contra a maré de apatia que se verifica no plantel. No entanto, também há falta de qualidade. 

A primeira jogada de perigo do Liverpool só aconteceu aos 25 minutos, mas nos descontos da primeira parte um remate de Phillipe Coutinho garantiu a igualdade. 

No segundo tempo, os jogadores do Chelsea entraram nervosos, com algumas perdas de bola junto da área. Contudo, o equilíbrio de forças foi alcançado e aos 71 minutos, Óscar poderia ter feito um grande golo desde o meio-campo, mas Mignolet não deixou. Quatro minutos depois, o número do Liverpool bisou no jogo para alegria de Jurgen Kloop que discutiu com um adepto da casa. 

A vitória estava garantida, embora houvesse tempo para Benteke humilhar os adeptos adversários. 

Nesta semana o Chelsea registou duas derrotas. Perdeu com o Stoke para a Taça de Liga e no campeonato fica mais perto dos lugares de descida do que em relação à Europa. A chicotada só deve ocorrer se o Chelsea perder contra o Dinamo Kiev para a quarta jornada da Liga dos Campeões, já que, as possibilidades de apuramento ficam praticamente comprometidas. 

Comentários

Mensagens populares