Entrevista a João Correia

O jovem técnico português que trabalha na China sob a orientação do Sport Lisboa e Benfica concedeu uma entrevista ao Golo sobre o projecto em que está inserido. As diferenças entre o futebol chinês e o português também foram motivos para a conversa com um treinador que se sente bem no Oriente. 


O que te levou a aceitar este desafio?
Aceitei este desafio no primeiro telefonema que me fizeram, na verdade permitiu-me fazer do futebol a minha profissão, o que em Portugal não é fácil. Acreditei no projecto que me foi apresentado, um projecto com cabeça, tronco e membros. A parceria entre o Benfica e a empresa chinesa, tem como objectivo remodelar os métodos de treino na China, principalmente no que toca à formação de jovens jogadores. Toda a metodologia de trabalho baseia-se na que é utilizada no Benfica. Para colocar tudo em prática, para além de mim vieram para Hangzhou mais 5 treinadores e o coordenador Vitor Estevão. Somos responsáveis por treinar equipas de todos os escalões de formação. Apesar de não ir ao Mundial desde 2002, a China é um país que vai começar a aparecer com grande força no futebol, e finalmente começa a abrir as portas a metodologias de treino mais avançadas. E é por isso que há tanta procura pelo treinador português, o treinador capaz de se adaptar a qualquer desafio e situação.

Sentes que é um passo em frente na tua carreira?
O projecto permite-me evoluir em vários aspectos, treinar jogadores chineses é muito diferente de acompanhar os jogadores portugueses. Os desafios diários fazem crescer enquanto homem e treinador. Sou da opinião que nós somos aquilo que vivemos, e assim sendo quando mais diversificadas forem as minhas experiências no futebol, maior vai ser a minha capacidade de resolver problemas no futuro.  

Como é o teu dia-a-dia na China?
O meu dia-a-dia na China é muito diferente dos meus dias em Portugal, convivo 24 horas sobre 24 horas com treinadores de futebol, ou seja não se fala de outra coisa sem ser: Futebol. O mais difícil é mesmo a alimentação, para quem não vive sem um bitoque ou um bacalhau à Braz aqui não dura muito tempo. Outro ponto crítico é estarmos longe das nossas famílias, mas como não estamos sozinhos, essa situação é atenuada. De resto faço o que gosto, temos muito boas condições de vida, damos treinos todos os dias e trabalha-se muito e bem. Não abdico de um bom pequeno-almoço ocidental e de uma corrida matinal.

Quais são as diferenças entre o jogador português e o chinês?
Se olharmos para a realidade chinesa e para a realidade portuguesa, não podemos dizer que existam diferenças entre o jogador português e o jogador chinês. A maior diferença reside na discrepância cultural entre um país e outro, em Portugal todas as crianças querem ser profissionais de futebol, na China é muito diferente...
Outro ponto importante, está relacionado com a formação de jogadores na China, que só agora está dar o primeiro passo relevante, através da importação de treinadores que façam com que um dia surja um "Boom" no futebol chinês.  Todos os jogadores que estamos a treinar nunca vivenciaram uma realidade de treino bem estruturada. Inicialmente, procuramos dar as melhores ferramentas aos jovens para evoluírem e para crescerem, não queremos apenas 11 jogadores atrás da bola, queremos formar jogadores que saibam pensar o jogo e que um dia tenham possibilidade de serem jogadores profissionais

 Quais são as qualidades do futebolista chinês?
 As características dos jogadores de determinada nacionalidade, espelham nas características do povo e da cultura do país. Na China existe uma cultura de trabalho muito grande. Enquanto em Portugal se tem, geralmente,dois dias de folga por semana, na China apenas têm um dia por mês. A característica mais evidente dos jogadores chineses é essa, muita capacidade de trabalho e muita resiliência, o que por si só já faz com que seja possível formar jogadores com muita qualidade.

O jogador chinês tem capacidade para se adaptar ao campeonato português?
Quantos chineses vivem no mundo e se adaptam facilmente a diferentes culturas? São mesmo muitos. Em Portugal, vemos que os chineses facilmente abrem uma loja, restaurante, etc. No futebol é igual, um jogador chinês com qualidade terá sempre facilidade para se adaptar ao futebol português, se não tiver qualidade? Isso já é outra coisa...

Que diferenças existem entre o futebol chinês e o português?
O futebol chinês está um pouco atrás do português. já que, a cultura táctica do campeonato nacional está mais desenvolvida do que na China. No entanto, esses aspectos começam a ser alterados aqui. A maior parte dos treinadores das equipas do campeonato não são chineses. 

Pretendes voltar a Portugal e iniciar uma carreira ou continuar nesse projecto?
Neste momento o meu objectivo passa por fazer o melhor trabalho na China e dar o meu melhor por este grande projecto, tal como fiz nos últimos dois anos e meio no Campeonato Nacional de Seniores. Tenho contrato de um ano com o Sport Lisboa e Benfica e pretendo cumpri-lo até ao fim. Voltarei a Portugal ou à Europa quando tiver que voltar, no futebol tudo muda de um momento para o outro, sei que tenho potencial para chegar ao topo no futebol e isso irá acontecer mais cedo ou mais tarde, não tenho pressa.

Comentários

Mensagens populares