Análise à primeira volta da Premier League


A primeira volta da Premier League trouxe várias novidades. O campeão Chelsea liderado por José Mourinho foi a principal desilusão dos 19 jogos. Nesta altura os blues estão com mais três pontos do que o Newcastle, que ocupa a 18ª posição. Ou seja, o Chelsea tem apenas mais três pontos do que o primeiro lugar de acesso à descida de divisão. O técnico português não resistiu aos maus resultados, tendo sido substituído após a derrota contra o primeiro classificado. Leicester dominou praticamente toda primeira volta, sendo que, reparte com o Arsenal a liderança da prova com 39 pontos. 

Na terceira posição está o Manchester City, seguido do Tottenham e Crystal Palace. A sexta posição é ocupada pelo Manchester United, cujo treinador está em vias de ser despedido para entrar José Mourinho. Van Gaal tem sido muito criticado em Old Trafford. No entanto, as portas do título continuam abertas porque o primeiro lugar só está a 9 pontos de distância. Isto é, entre os primeiros dois classificados e o sexto só há 9 pontos, pelo que, a segunda volta promete ser bastante interessante para saber se o Leicester consegue lutar pelo título até ao fim, mas também seguir a carreira do Crystal Palace. Uma nota positiva para o desempenho do Tottenham que ainda não é levado a sério pelos principais rivais. 

As outras duas desilusões chamam-se Liverpool e Southampton. Os reds contrataram Jurgen Klopp, mas a vida não está fácil e a correr como queriam. O técnico alemão não caiu no goto dos adeptos. Por seu lado, os Saints que foram a surpresa da temporada passada, andam perdidos no 12º lugar. 

No dia 1 de Janeiro tem início a segunda volta numa altura em que a mudança de treinadores para 2016-2017 é o principal motivo de discussão. Por exemplo, Pep Guardiola vai treinar o Manchester City e o fantasma de Mourinho vai estar sempre presente ao longo da temporada. 

Comentários

Mensagens populares