História das competições: Copa América 1991


O Chile recebeu a segunda edição do novo formato da Copa América com 10 participantes divididos em dois grupos de cinco equipas. 

Os dois primeiros classificados apuravam-se para uma segunda fase de quatro equipas no sistema de todos contra todos. 

Os anfitriões ficaram no mesmo grupo da Argentina, Paraguai, Peru e Venezuela. No grupo B estavam Uruguai, Brasil, Colômbia, Equador e Bolívia. 

Argentina e Chile passaram facilmente para a segunda fase. No outro grupo houve mais equilíbrio com três equipas a efectuarem cinco pontos. A Colômbia, Uruguai e Brasil fizeram os mesmos pontos em quatro desafios. No entanto, o maior número de golos marcados permitiu o apuramento dos brasileiros em detrimento do Uruguai. 

Na segunda fase, a Argentina venceu o Brasil por 3-2. O Chile empatou com a Colômbia. Na segunda jornada, o empate entre Chile e Argentina e a vitória do Brasil sobre a Colômbia aproximou os brasileiros da liderança e com possibilidades de ganhar o torneio na última jornada.

O Brasil acabou por vencer os anfitriões, mas a vitória da Argentina sobre os colombianos ofereceu o 13º título à alviceleste. 

A partir deste momento, a rivalidade entre brasileiros e argentinos aumentou. 

Comentários

Mensagens populares