História das competições: Euro 1992


A Dinamarca surpreendeu a Europa ao ter conquistado a vitória no torneio que se realizou na Suécia, sendo a última vez que se jogou neste formato. 

Os nórdicos não se apuraram directamente, tendo sido convidados para ocupar o lugar da Jugoslávia, que se encontrava em período de guerra.

A outra novidade aconteceu com a selecção da Comunidade de Estados Independentes que substituiu a União Soviética, que deixou de existir no plano político. 

No grupo A as selecções nórdicas apuraram-se para as meias-finais tendo deixado pelo caminho a França e Inglaterra. 

No B, a Alemanha e a Holanda ficaram nos dois primeiros lugares. 

Nas meias-finais, os alemães ganharam por 3-2 à Suécia com um golo de Thomas Hassler e dois de Karl-Heinz Riedle.

O jogo entre Dinamarca e a Holanda foi decidido nas grandes penalidades após o 2-2- durante os 120 minutos. 

Na final disputada em Gotemburgo entre Alemanha e Dinamarca não houve grande dificuldade por parte dos nórdicos. O 2-0 mostra a superioridade da Dinamarca. 

A UEFA escolheu um onze de luxo que incluiu Peter Schmeichel, Stefan Reuter, Jurgen Kohler, Frank Rijkaard, Andreas Brehme, Thomas Hassler, Jonas Thern, Brian Laudrup, Eric Cantona, Henrik Larsen, Dennis Bergkamp


Comentários

Mensagens populares