Os últimos flops de Pinto da Costa


Nos últimos cinco anos a política de treinadores falhou no Dragão, embora Vítor Pereira tenha conquistado dois campeonatos. No entanto, nessas duas temporadas, foi o Benfica que deixou o pássaro escapar, em particular no célebre jogo em que Kelvin marcou aos 92 minutos. Nessa altura já se percebia alguma fragilidade na escolha de técnicos.

A aposta em Paulo Fonseca também significou um menor investimento no plantel. A contratações de jogadores com qualidade no campeonato português só resultou com José Mourinho e André Villas-Boas. O actual treinador bracarense durou meia temporada, sendo substituído temporariamente por Luís Castro. Há duas temporadas entrou mais um espanhol. O basco Lopetegui exigiu um enorme investimento que o Presidente não recusou. Os dragões contrataram muitos jogadores espanhóis, alguns provenientes de equipas de segunda linha do país vizinho. A luta pelo título foi interessante, mas o FC Porto nem sequer chegou longe nas restantes competições. Apesar do título ter fugido para a Luz, o técnico manteve-se até Janeiro deste ano, altura em que foi substituído por José Peseiro, mas o treinador português fez pior em poucos jogos, restando a Taça de Portugal como bóia de salvação. 

A única contratação que se revelou acertada foi a de Vítor Pereira para dar continuidade ao ciclo iniciado por Villas-Boas. Contudo, o Presidente nunca se coibiu de criticar o último técnico que venceu o campeonato nacional. Paulo Fonseca estava demasiado verde, enquanto Lopetegui e Peseiro não têm qualidade. A forma como os dragões pretendem construir um plantel também tem implicações na escolha do novo timoneiro. Um novo investimento forte precisa de alguém com experiência e títulos conquistados, como Marco Silva, Leonardo Jardim ou um estrangeiro. Se Pinto da Costa quiser começar do zero e obter resultados no longo prazo, pode optar por um treinador com qualidade e experiente, mas sem vitórias. No entanto, a vontade de triunfar também será determinante. Neste campo, Sérgio Conceição ou o regresso de Paulo Fonseca são as hipóteses mais prováveis. 

Comentários

Mensagens populares