História das Competições: Euro 2008


O campeonato da Europa organizado pela Áustria e Suiça marcou o início do domínio da selecção espanhola no futebol europeu e mundial. O golo de Fernando Torres frente à Alemanha foi o primeiro de três títulos consecutivos. 

A selecção portuguesa também participou, embalada pelas meias-finais no Mundial da Alemanha em 2006 e com o estatuto de vice-campeão europeu. A Grécia também conseguiu o apuramento.

No grupo A, Portugal teve de defrontar a Turquia, República Checa e a Suiça. As vitórias nos dois primeiros dois jogos ofereceram a Portugal o primeiro lugar do grupo, mesmo após a derrota contra a Suiça no derradeiro jogo. A Turquia acompanhou a selecção nacional nos quartos. 

As eliminações da França e Grécia constituíram as grandes surpresas da primeira fase. A França terminou no último lugar do Grupo C atrás da Holanda, Itália e Roménia. Os gregos não conquistaram pontos perante a Espanha, Rússia e a Suécia num grupo que parecido com o Grupo A do Euro 2004 realizado em Portugal. 

Os quartos-de-final prometiam ser bastante equilibrados, tendo-se verificado várias surpresas.

Portugal defrontou a Alemanha. Os alemães venceram por 3-2 com golos de Schweinstiger, Ballack e Klose. Nuno Gomes e Postiga ainda deram esperança a Portugal. 

A Turquia eliminou a Croácia nas grandes penalidades e a Rússia afastou os holandeses por 3-1 após o prolongamento. 

O grande desafio foi o Espanha-Itália. Os espanhóis fizeram uma primeira fase com nove pontos, enquanto os italianos só conquistaram 4. O duelo foi o terceiro desafio dos quartos a não ser decidido nos 90 minutos. Um falhanço de Di Natale nas grandes penalidades, permitiu a Fábregas carimbar a passagem para as meias-finais. 

A Alemanha derrotou a Turquia num grande jogo de futebol. Ugur abriu o marcador aos 22 minutos, mas Schweinstiger empatou aos 26. Na segunda parte, Klose praticamente sentenciou o jogo, só que, Semih aos 86 colocava tudo empatado. No entanto, quando todos pensavam no prolongamento Phillip Lahm apurou a mannschaft para mais uma final. 

A Espanha não teve dificuldades em vencer a Rússia. O 3-0 espelha a diferença entre as duas selecções. 

Na grande final, numa desmarcação, El Ñino Torres ofereceu o primeiro o segundo título europeu à Roja.

Comentários

Mensagens populares