História das competições: Peru 2004


O Peru voltou a organizar a prova em 2004 que contou novamente com a presença do México e da Costa Rica, além da Argentina que ficou fora da edição anterior. 

O sistema de três grupos com quatro equipas, sendo necessário criar um grupo extra com os terceiros classificados para apurar as duas últimas selecções para os quartos-de-final.

A equipa da casa chegou à segunda fase, mas foi eliminada pela Argentina nos quartos devido a um golo de Carlos Tevez. A Colômbia derrotou a Costa Rica por 2-0 e o Uruguai não teve dificuldades perante o Paraguai. O Brasil goleou o México por 4-0.

Nas meias-finais, o desafio entre Argentina e a  Colômbia parecia ser equilibrado, mas os alvicelestes venceram tranquilamente por 3-0 com golos de Tevez, Lucho González e Juan Carlos Sorin. No outro jogo, o Brasil só conseguiu ultrapassar o Uruguai nas grandes penalidades. Os velhos rivais voltavam a se encontrar no jogo decisivo da competição.

A final não defraudou as expectativas. Lucho González abriu o marcador aos 21 minutos de grande penalidade. Antes do intervalo, Luisão marcava o golo do empate. Os dois jogadores acabaram por vir a jogar em Portugal. O tento de Delgado aos 87 minutos parecia dar o título aos argentinos, mas Adriano voltou a empatar e a causar euforia nos descontos. No prolongamento não houve golos, pelo que, foi necessário recorrer às grandes penalidades para encontrar o vencedor. 

Na lotaria, Andrés D´Alessandro e Gabriel Heinze falharam enquanto Adriano e Edu fizeram 0-2. Os argentinos marcaram as outras duas penalidades, mas como Diego e Juan também não falharam, os canarinhos celebraram o sétimo título na competição. Os brasileiros e argentinos foram bastante superiores aos restantes adversários porque apresentaram as melhores equipas de sempre na história da prova. 

Comentários

Mensagens populares