Euro 2016. Portugal nas meias com dedo de Fernando Santos

Quartos-de-final

Polónia 1 Portugal 1
3-5 nas grandes penalidades

Golos: Lewandowski - Renato Sanches
MVP: Lewandowski - Renato Sanches


A selecção portuguesa assegurou a presença nas meias-finais do Euro 2016, o que acontece pela quinta vez nesta competição e a segunda consecutiva.

A exibição foi melhor do que frente à Croácia, mas no prolongamento a selecção começou a pensar nas grandes penalidades, o que não tem nada de mal tendo em conta que os polacos quiseram chegar a essa fase do jogo desde o momento em que Renato Sanches empatou.

O esquema e ideia de jogo da selecção não mudou, mas a presença de Renato Sanches acrescenta qualidade, força à equipa. O jogador do Bayern Munique é o único com capacidade de fazer a ligação do meio-campo ao ataque, desde que o sistema seja em 4x4x2 porque quando Fernando Santos muda para 4x3x3 o jogador perde influência porque é encostado a uma faixa. 

O problema de Portugal continua a ser o isolamento de Ronaldo, bem controlado pelos centrais polacos. O golo cedo de Lewandowski fez recuar a Polónia, mas Portugal empatou logo a seguir. Durante o jogo houve várias oportunidades, mais para Portugal que para os polacos que se interessaram novamente pelas grandes penalidades. 

A equipa nacional conquistou o objectivo, mas melhorando a exibição face ao jogo com a Croácia. Nota-se que Fernando Santos prepara todos os pormenores em função do adversário que tem pela frente. Não se pode criticar o seleccionador, embora falte um fio de jogo positivo. Em cinco jogos não ganhámos nenhum nos 90 minutos. Contudo, se o adversário das meias for a Bélgica, a selecção tem de praticar bom futebol. Caso seja o País de Gales podemos continuar a jogar desta maneira. 

Comentários

Mensagens populares