Meias-finais



Os dois finalistas da Copa América são a Argentina e o Chile, o que significa a repetição da final do ano passado na capital chilena. 

As duas selecções mostraram evolução ao longo da competição e não deram hipóteses aos adversários nos quartos e meias-finais. Nenhuma das selecções sofreram golos nos últimos dois jogos. O único tento sofrido pela Argentina foi obtido por Fuenzalida no primeiro jogo do grupo D. 

O Chile superou a Colômbia, mas os números não chegaram perto do resultado obtido contra o México. Nota-se evolução na equipa chilena com a subida de forma de Alexis Sanchez, Fuenzalida, Arturo Vidal e Eduardo Vargas. 

A Argentina mantém a qualidade demonstrada desde o início do torneio com Messi e Higuain em excelente plano, mas a grande arma tem a ver com os jogadores que estão no banco. Por exemplo, Erik Lamela já marcou dois golos a partir da condição de suplente. Neste momento, a grande dúvida da equipa diz respeito ao sector defensivo porque nenhuma selecção mostrou qualidade para incomodar os defesas e guarda-redes, apesar de Mascherano ser o tampão. 

Positivo
Golão de Messi, dois golos de Gonzalo Higuain, Fuenzalida mostra qualidade, Chile a subir de forma

Negativo
Estados Unidos sem capacidade ofensiva para incomodar Argentina, craques colombianos estiveram ausentes da meia-final

Melhor jogador da Meia-Final: Gonzalo Higuain
Melhor jogador dos quartos-de-final: Gonzalo Higuain


Comentários

Mensagens populares