História das Competições: Copa América 2016


O Chile revalidou o título sul-americano novamente nas grandes penalidades contra a Argentina, conquistando o segundo título na história, afirmando-se como uma potência regional com aspirações ao título mundial. 

A prova organizada nos Estados Unidos contou com 16 equipas divididas em quatro grupos. Um novo formato na primeira vez que a competição saiu do continente sul-americano. 

Na primeira fase o Brasil e o Uruguai foram as grandes decepções, sendo que, a Argentina foi a única equipa que conquistou nove pontos. A Colômbia e o México também deram grande espectáculo nos primeiros jogos devido à qualidade de James Rodríguez e Javier Hernandéz. No entanto, as duas selecções seriam comidas pelo Chile nas eliminatórias. 

Os Estados Unidos tiveram a qualificação em risco, embora tivessem conseguido chegar às meias-finais onde sucumbiram perante os argentinos.

O Chile também começou com uma derrota frente à Argentina, mas depois as exibições foram crescendo até levaram a taça para casa.

Nos quartos-de-final, os chilenos golearam o México por 7-0. A Colômbia eliminou o Perú nas grandes penalidades. Os Estados Unidos bateram o Ecuador. Por seu lado, a Argentina goleou a Venezuela por 4-1.

Nas meias-finais, os argentinos voltaram a marcar quatro golos contra os Estados Unidos, enquanto o Chile só não voltou a golear a Colômbia porque não quis. A repetição da final de 2015 estava garantida.

O desafio da final acabou por ser mau, com muitas faltas e expulsões, pelo que se compreende a falta de oportunidades. As grandes penalidades voltaram a ser fatais para Messi e companhia.

Em 2019 o torneio regressa ao continente sul-americano pela mão do Brasil. 

Comentários

Mensagens populares