3ª jornada



Os leões assumiram a liderança do campeonato após a vitória sobre o FC Porto. O triunfo por 2-1 garante o primeiro lugar isolado, constituindo uma motivação extra. As equipas de Jesus costumam ser bastante fortes quando chegam ao topo.

Numa segunda linha estão várias equipas com 7 pontos, sendo que, os dragões e vimaranenses têm 6 pontos. 

Ao fim de três jogos só existe dois clubes com zero pontos, embora o Nacional tenha um jogo a menos. O Estoril ainda não conseguiu pontuar.

A jornada teve grandes jogos como o Boavista x Desp.Chaves e o Vit.Setúbal x Arouca. Os dois Vitórias evoluíram bastante para a nova temporada, assumindo outros objectivos além da tradicional luta pela manutenção.O Rio Ave de Nuno Capucho também promete. Em termos de qualidade nota-se uma diferença entre 10 equipas e as restantes, que só será confirmada nas próximas jornadas

Melhor jogo

Boavista vs Desp.Chaves
As duas formações parecem estar a um bom nível. Os quatro golos no Estádio do Bessa, com boa casa, mostram a qualidade dos planteis. O Chaves tem condições para ser uma boa surpresa e o Boavista vai voltar a tornar o Bessa um inferno para os adversários. Durante 90 minutos ninguém ficou satisfeito com o empate. 

Melhor Equipa
V.Setúbal - Os sadinos voltaram a ganhar no Bonfim. O técnico José Couceiro foi buscar jogadores portugueses com vontade de triunfar. Os primeiros jogos mostram uma equipa atacante com velocidade, boas combinações e qualidade, embora falte acerto na finalização. Os setubalenses não têm um grande ponta-de-lança. mas o fio de jogo subsiste em torno de avançados móveis como João Amaral, André Claro e apoia-se no meio campo constituído por Costinha. Nunca ouviu falar deles? É melhor habituar-se porque o Vitória vai lutar pelos dez primeiros lugares

Sinal +

Gelson Martins -  O avançado do Sporting esteve em grande no clássico. A saída de João Mário pode ter aberto as portas do onze ao jovem craque, embora as novas contratações sejam de peso. No entanto, Gelson tem a vontade que faz a diferença-

Sinal -

Iker Casillas - O guardião espanhol justificou a derrota do FC Porto em Alvalade com as arbitragens. Os dois golos leoninos não são frangos, mas parece existir falta de competência, em particular no segundo golo. Uma coisa é certa. O guarda-redes já não oferece a segurança de outros tempos. Os constantes protestos revelam algum cansaço com os próprios erros.

Comentários

Mensagens populares