Champions League. Velocidade e atitude dos azuis não foi suficiente para ganhar

Play-Off 1ª Mão

FC Porto 1 AS Roma 1

Golos: André Silva - Felipe a.g

Os dragões têm mais argumentos do que na temporada passada, mas a grande diferença é a vontade com que os jogadores encararam os primeiros jogos. Nota-se o dedo de Nuno Espírito Santo na tentativa de incutir espírito lutador nos jogadores. No entanto, os italianos foram superiores até à expulsão de Vermaelen, mostrando melhor estratégia. 

A equipa volta a depender muito dos médios Herrera e Otávio, embora estejam arrumados em lugares diferentes. O mexicano vem buscar jogo atrás, enquanto o brasileiro é o responsável por servir Adrián Lopez, André André e André Silva. 

A pressão sobre a defesa romana deu um golo de grande penalidade que mantém os dragões em desvantagem na eliminatória e com necessidade de romper o esquema defensivo que Luciano Spaletti vai colocar em campo na próxima semana. 

Comentários

Mensagens populares