Liga NOS. Salvio está de regresso e Raúl Jiménez continua com fome de golos

3ª jornada

Nacional 1 Benfica 3

Golos: Tobias Figueiredo - Ali Ghazal a.g, André Carrillo, Raúl Jiménez
MVP: Tobias Figueiredo - Raúl Jiménez

Um bom jogo na Choupana, acabando por prevalecer a qualidade individual dos jogadores encarnados, já que, Manuel Machado esteve perto de igualar Rui Vitória em termos tácticos. O Benfica promoveu o regresso de Jonas ao onze, colocando Pizzi e Salvio nas alas. Os dois jogadores garantem mais consistência que os reforços. No miolo André Horta continua a ser o companheiro de Fejsa. 

O primeiro golo do Benfica justifica-se pela superioridade em campo, mas o empate do Nacional é um prémio pela forma como o técnico dos madeirenses encarou a partida sem medo do tricampeão nacional. 

A partir do momento em que o Nacional empata, Rui Vitória mexe na equipa com as entradas de Carrillo e Celis para os lugares de Horta e Pizzi, mantendo a dupla de atacantes em campo, apesar de ter Mitroglou no banco de suplentes. Jonas e Jiménez estavam a tentar corresponder aos bons lances criados por Salvio. No outro flanco, Pizzi não criava situações de perigo. 

O segundo golo nasce de uma iniciativa do argentino que termina nos pés do peruano. Após o 1-2. Salvio continua a meter bolas no mexicano, que tem Gonçalo Guedes como parceiro do ataque. O 1-3 trouxe justiça ao desempenho de Jiménez na partida, embora seja pesado para o Nacional.

Os encarnados reagiram bem ao golo do empate e conseguiram pontos importantes na jornada do clássico. Neste início de temporada, Rui Vitória deve apostar nos jogadores que conquistaram o título, notando-se alguma juventude nalguns reforços. Uma nota para a exibição de Salvio que está de regresso à melhor forma, mas o instinto de Raúl Jiménez permite marcar golos impossíveis. 

Comentários

Mensagens populares