4ª jornada


Os quatro primeiros classificados da temporada passada já se encontram no topo da classificação. Na próxima jornada o Sp.Braga desloca-se à Luz para defrontar o Benfica. No final de cinco jornadas, os três grandes podem estar a olhar apenas os adversários directos com os guerreiros na quarta posição.

O início do campeonato tem sido fácil para os candidatos e a quarta jornada não foi excepção. Leões e dragões golearam os adversários em casa, enquanto o Benfica não teve dificuldades em Arouca. O domínio das grandes equipas já se consolidou em apenas quatro jogos.

A subida de forma do Belenenses é a grande sensação. O técnico Julio Velazquez começa a acertar com a equipa, conquistando a segunda vitória consecutiva. No entanto, o triunfo do Rio Ave nos Barreiros merece ser realçado por duas razões. Uma positiva e outra negativa. No plano positivo a qualidade que se começa a verificar na equipa. No sentido inverso, o Marítimo perdeu o terceiro jogo e o segundo consecutivo em casa.

Na Madeira mora a única formação com quatro derrotas. Além do Nacional, também o Estoril e o Tondela mostram grandes dificuldades.

Melhor jogo:
Arouca - Benfica
O domínio dos campeões nacionais não tirou brilho ao jogo nem vontade ao Arouca de lutar pelos pontos. A cabeçada de Walter González foi um sinal que o desafio estava vivo e longe de estar concluído. A maneira como o Benfica se apresentou em campo trouxe mais velocidade por causa da forma como tentou aproveitar o posicionamento de Rafa. Os encarnados não foram a equipa certinha que nos habituámos a seguir. 

Melhor Equipa
Rio Ave
Os vilacondenses apresentaram-se nos Barreiros com uma enorme tranquilidade. O golo de Guedes é um sinal de vitalidade da formação orientada por Nuno Capucho. Aos poucos começa a aparecer uma equipa com vontade de regressar à Liga Europa, mesmo não tendo jogadores de excelência como acontece nalguns adversários mais directos.

Sinal +

Reforços - Os reforços do Sporting responderam bem na primeira chamada. Joel Campbell e Bas Dost confirmaram a qualidade demonstrada noutros campeonatos. Num instante os adeptos leoninos esqueceram-se de Slimani e Teo Gutierrez

Sinal -

Marítimo - Os madeirenses perderam o terceiro jogo, sendo que, se tratou da segunda derrota consecutiva em casa. O público dos Barreiros já se começou a manifestar contra o treinador brasileiro. Se a tendência continuar, Paulo César Gusmão vai ser o primeiro a experimentar o chicote. 

Comentários

Mensagens populares