Champions League. A entrada de Talisca tudo mudou

Grupo B - 1ª jornada

Benfica 1 Besiktas 1

Golos: Cervi - Talisca

A ausência dos principais atacantes por lesão não justifica o empate frente ao campeão turco. O técnico benfiquista resolveu manter Gonçalo Guedes no ataque e colocar Cervi como segundo avançado. Pizzi jogou na faixa, embora também com alguma presença no corredor central. O recurso à táctica ganhadora em Arouca não voltou a funcionar por causa da falta de qualidade dos intérpretes. Nota-se alguma limitação, como é o caso de Gonçalo Guedes. Apesar de Rui Vitória insistir com Guedes a ponta-de-lança não será por aqui que o Benfica vai marcar golos. O argentino Cervi também tem muito para aprender, apesar de já ter dois golos com a camisola encarnada. 

A primeira parte deu uma falsa ideia que a segunda linha é forte. No segundo tempo, as alterações produzidas por Senol Gunes mostraram a falta de qualidade de alguns jogadores no plano defensivo. Horta ainda está verde para ser um box-to-box.

O equilíbrio por parte do Besiktas começou a ser construído com a entrada de Talisca e a manutenção de dois avançados na segunda parte. A partir desse momento, os turcos criaram ocasiões de golo e os encarnados ficaram sem capacidade para atacar e quando o fizeram não foram competentes, como aconteceu com Guedes nos últimos quinze minutos. 

O balde de água fria surgiu nos descontos com o golo de livre por parte de Talisca. O brasileiro vingou-se da antiga equipa e do presidente Luís Filipe Vieira. Rui Vitória fica com a certeza que tem de recuperar os melhores jogadores para atacar o jogo contra o Sp.Braga e conquistar uma vitória no Estádio San Paolo na próxima jornada da competição. 

Man Of the Match: Anderson Talisca

Comentários

Mensagens populares