Premier League. Stekelenburg defende duas grandes penalidades

8ª jornada

Manchester City 1 Everton 1

Golos: Nolito - Lukaku

No mês de Outubro começam a cair as primeiras gotas de água, mas a Premier League já aquece. O City realizou o segundo consecutivo sem vencer para a competição após a derrota contra o Tottenham, permitindo a aproximação do Arsenal e dos Spurs na classificação.

A liderança partilhada com os gunners poderia não ser uma realidade se Nolito não tivesse marcado o golo do empate aos 72 minutos. 

O técnico Guardiola optou por colocar Nolito e Aguero no banco, dando oportunidade a Iheanacho e Sané mantendo o apoio de Sterling, Silva e De Bryune Os dois jovens têm valor, mas ainda não são capazes de ultrapassar as defesas adversárias. O Everton consentiu o domínio ao anfitrião, sem nunca ser sufocado. A estratégia de Koeman revelou-se acertada quando Lukaku meteu os toffees em vantagem aos 65 minutos. A partir desse momento Guardiola tinha de arriscar. 

O início da reviravolta parecia estar garantida no momento em que Jagielka cometeu a segunda grande penalidade no jogo. No primeiro tempo o defesa fez uma falta sobre David Silva e agora não permitiu a Aguero desenvolver a jogada na grande área. No entanto, Stekelenburg conseguiu parar o remate do argentino, à semelhança do que aconteceu na primeira parte no tiro de Kevin de Bruyne da marca dos 11 metros. 

A segunda grande penalidade falhada poderia deitar os homens de Guardiola abaixo, mas Nolito ainda teve tempo para empatar e oferecer um ponto que garante o primeiro lugar na tabela, ex-aequo com o Arsenal, mas com melhor diferença de golos. 

Os citizens perderam fulgor nos últimos jogos, embora continuam com domínio sobre os adversários. No entanto, os oponentes já descobriram fragilidades no sector defensivo. 

Comentários

Mensagens populares