Antevisão FC Porto vs SL Benfica



No clássico de Domingo vão estar os dois primeiros classificados do campeonato. Os dragões perderam dois pontos na última jornada que poderão facilitar o jogo das águias na visita ao Dragão porque o empate mantém a mesma distância. 

Os encarnados liderados por Rui Vitória perderam na temporada passada por 0-1, sendo que, Nuno Espírito Santo foi derrotado no primeiro clássico contra o Sporting. 

O jogo tem mais importância para os dragões porque só a vitória interessa. O portista Rogério Moura tem a certeza que "uma derrota vai trazer intranquilidade e perda de confiança", o que não acontece no caso do Benfica porque continua sempre no primeiro lugar. 

Apesar da vantagem na classificação, o benfiquista João Cavaleiro e Silva entende que "o treinador deve manter a identidade de jogo". O mesmo acontece nos dragões porque Rogério Moura considera que "não podem existir alterações perante equipas iguais". Nestes termos, os dois treinadores têm de manter a mesma filosofia e cariz de jogo com que iniciaram o campeonato. 

As vitórias passam quase exclusivamente pelo aproveitamento dos pontos fracos dos adversários. O portista realça a "confiança" com que o Benfica tem encarado os últimos jogos devido à "qualidade dos jogadores que apresentam um futebol competitivo", tendo acrescentado a "grande disponibilidade física" para aguentar a sobrecarga de jogos. O benfiquista também destaca a possibilidade dos "jogadores do FC Porto resolveram a partida num lance", mas a "defesa e a perda de identidade colectiva" podem ser aproveitadas pelo Benfica. 

Os dois adeptos têm esperança que Gonçalo Guedes e André Silva continuem o bom momento de forma no Dragão, apesar de Rogério Moura acreditar mais "na manobra colectiva"

O futuro dos dois treinadores não depende do próximo desafio. Na temporada passada, Rui Vitória colocou o Benfica no primeiro lugar após a vitória em Alvalade e terminou o campeonato na liderança. João Cavaleiro e Silva confia na capacidade do treinador para repetir o mesmo caminho. Rogério Moura continuar a apostar em Nuno Espírito Santo, mesmo em caso de derrota ou empate porque "as anteriores chicotadas psicológicas não resultaram". 

O Golo convidou os dois advogados a fazerem o ONZE para o clássico.

Rogério Moura aposta em Iker Casillas, Maxi Pereira, Felipe, Marcano, Layun, Danilo Pereira, André André, Oliver Torres, Diogo Jota, Corona e André Silva

João Cavaleiro e Silva coloca Ederson, Nelson Semedo, Luisão, Lindelof, Grimaldo, Fejsa, Pizzi, Salvio, Carrillo, Gonçalo Guedes e Raúl Jiménez

Comentários

Mensagens populares