Champions League. Rui Vitória não pode arranjar desculpas para explicar desastre em Istambul

Grupo B - 5ª jornada

Besiktas 3 Benfica 3

Golos: Tosun, Quaresma, Aboubakar - Gonçalo Guedes, Nelson Semedo, Fejsa

Uma grande oportunidade perdida pelo Benfica para carimbar a passagem aos oitavos-de-final sem necessidade de vencer o Nápoles na última ronda.

A igualdade alcançada pelo Besiktas aconteceu porque os encarnados não souberam gerir a vantagem de 0-3 conquistada brilhantemente na primeira parte. O empate mostra que falta um jogador que conserve a bola e saiba orientar a equipa quando se encontra em vantagem. Não basta ter Samaris e Fejsa para destruir o jogo do adversário com faltas. O Besiktas conseguiu tornear o problema, criando jogadas pelos extremos. Os três golos, inclusive a jogada que origina a grande penalidade cometida por Lindelof, nasceram ou foram concluídos pelos extremos do Besiktas.

O Benfica começou muito bem com o golo de Gonçalo Guedes, logo de seguida por um tiraço de Nelson Semedo antes da grande área adversária. No primeiro tempo os dois jovens formados no Seixal estiveram em grande, bem como Salvio. Fejsa também ajudou à revolta nas bancadas do estádio por causa do resultado numa jogada em que o Benfica acerta três vezes na barra antes do sérvio fazer o gosto ao pé. 

O único que previu o naufrágio no segundo tempo foi o treinador benfiquista. Rui Vitória disse que pretendia o quarto, mas nada fez na etapa complementar, à excepção de uma jogada mal finalizada por Mitroglou. No contra-ataque os portugueses também estiveram muito mal, não aproveitando a fraca defesa turca. 

O grande golo de Cenk Tosun motivou os anfitriões novamente comandados por Ricardo Quaresma. O português voltou a ser grande com um golo de grande penalidade e um passe de letra para Aboubakar fazer o 3-3, além de ser a principal ameaça para os defesas encarnados. Nesta altura, a única arma para contrariar a pressão turca era o jogo directo, que raramente surtiram efeitos devido à forma como a equipa já estava desligada da partida por causa do resultado. 

As contas do grupo continuam abertas, sendo que, o Besiktas está em vantagem porque tem apenas de vencer o Dinamo Kiev, embora tenha de se deslocar à Ucrânia. 

Man of the Match: Ricardo Quaresma

Comentários

Mensagens populares