Liga NOS. Como uma expulsão mudou a história do jogo a favor dos sadinos

10ª jornada

Moreirense 1 V.Setúbal 2

Golos: Boateng - André Claro, João Amaral
MVP: Podence - João Amaral

O jogo entre cónegos e sadinos fica na história do campeonato pela forma como os anfitriões desperdiçaram a segunda vitória consecutiva e a fuga aos lugares de despromoção.

As duas formações estavam a repartir as oportunidades produzindo bom futebol durante o encontro. Podence era o destaque nos cónegos e João Amaral continua a ser a figura nos sadinos. O empate era justo, mas com golos nas duas balizas. 

O primeiro a chegar ao golo foi Boateng aos 70 minutos. O jogador do Moreirense fez o segundo golo consecutivo após ter dado a vitória em cima do minuto 90 frente ao Tondela. O problema é que o mesmo jogador gostou tanto do golo que tirou a camisola, esquecendo-se que já tinha um cartão amarelo. O árbitro cumpriu as regras e expulsou o jogador. 

O erro de Boateng teve consequências nefastas, já que, os setubalenses partiram para cima do adversário e marcaram dois golos na parte final por André Claro e João Amaral. 

Os três pontos poderiam ter ficado em Moreira de Cónegos pela terceira vez na temporada, mas voaram rapidamente para Setúbal ao fim de muitas jornadas em jejum, embora o empate contra o FC Porto tenha sido festejado de forma efusiva. 

Comentários