Taça de Portugal. Açorianos marcaram primeiro, mas estiveram longe de poder dizer que morreram na praia

Quarta Eliminatória

Sporting 5 Praiense 1

Golos: Paulo Oliveira, Adrien, Bruno César, André 2 - Filipe Andrade

O grande golo de Filipe Andrade aos 2 minutos assustou os adeptos em Alvalade e animou os açorianos que se deslocaram ao Estádio do Sporting e aqueles que assistiram à partida pela televisão.

A partir desse minuto, os leões tomaram conta do jogo, tendo empatado por Paulo Oliveira aos 21 minutos e nunca mais deixaram de carregar no acelerador, sendo que, as bolas só começaram a entrar de forma consecutiva no início da segunda parte após a grande penalidade convertida por Adrien. 

O técnico leonino apostou numa defesa renovada e num ataque composto por Castaignos e Alan Ruiz. Apesar das mudanças, Adrien foi obrigado a jogar para ganhar ritmo tendo em vista o jogo contra o Real Madrid na próxima semana.

O Praiense teve 19 minutos de glória na casa do leão, mas rapidamente voltaram à realidade. A experiência pode favorecer a formação açoriana na luta pela subida à segunda divisão.

Comentários

Mensagens populares