12ª jornada


A primeira derrota do campeão no campeonato surgiu na visita ao renovado estádio dos Barreiros e antes da recepção ao Sporting. Uma exibição pouco determinada permitiu a aproximação dos leões e dragões numa altura em que se falava de domínio no campeonato. 

O FC Porto também aproveitou o deslize do líder e está em condições para beneficiar de qualquer resultado no derby lisboeta. A vitória sobre o Sp.Braga só surgiu no fim, mas o caudal ofensivo justificava que marcador abrisse mais cedo. Os três pontos devem dar tranquilidade para os próximos jogos. Apesar da derrota, os guerreiros podem igualmente ficar junto dos calcanhares dos grandes no final da próxima ronda. 

A derrota do Benfica reanimou o campeonato, sendo que, qualquer resultado na Luz no Domingo irá manter todas as equipas perto umas das outras. À 12ª jornada é possível assegurar que os quatro primeiros classificados serão Benfica, FC Porto, Sporting e Sp.Braga, sem saber em que ordem. 

A distância para as restantes formações ainda não reflecte o nível futebolístico, mas à medida que as jornadas forem passando isso vai ser uma realidade. As equipas que estão mais próximas dos quatro mosqueteiros, estão longe de terem total qualidade. Marítimo, Vit.Guimarães, Desp.Chaves e Rio Ave fazem parte de um segundo grupo que vai discutir os restantes lugares de apuramento para a Liga Europa. 

Na zona de despromoção também houve novidades com o regresso do Tondela e o Nacional a segurar a lanterna vermelha após a derrota em Moreira de Cónegos. A luta terrível pela sobrevivência ganhou um novo membro porque o Feirense não vence desde a quinta jornada. O Estoril, Belenenses, Paços de Ferreira e Boavista também devem passar grande parte da temporada na parte debaixo da classificação, onde o Arouca começa a dar sinais de ter capacidade para outros voos depois de mais uma vitória. 

Melhor Equipa
Marítimo 
Os madeirenses venceram o Benfica na inauguração do novo Estádio dos Barreiros. Uma exibição personalizada com Ghazaryan em grande estilo. O novo treinador começa a incutir organização e vontade de vencer, mesmo não tendo Dyego Souza. Daniel Ramos procura em primeiro lugar dar consistência defensiva para a equipa não sofrer golos. A tendência de derrota nos Barreiros começa a ser invertida depois das vitórias frente ao Sp.Braga e Benfica. 

Melhor Jogo
Vit.Guimarães - Desp.Chaves
Um bom jogo com duas equipas interessadas em vencer. Os vimaranenses marcaram cedo por Hernâni e tentaram aumentar a vantagem, tendo Tiquinho Soares e Hurtado como principais estrelas. O Chaves respondeu de duas formas. Em primeiro impediu que os anfitriões marcassem rapidamente o segundo golo como gostam e depois soltaram os homens criativos para chegar ao empate. A resposta positiva só deu um ponto, mas mereciam mais. A equipa de Jorge Simão não é só consistência defensiva porque também sabem jogar em ataque.

Sinal +

FC Porto - Uma vitória justa frente aos minhotos que peca por escasso. As situações criadas foram inúmeras, mas a sorte, a falta de eficácia e a grande exibição de Marafona evitaram que o Ketchup saísse em grande escala. As ideias do treinador são positivas, já que, visam trocas de bolas constantes com apenas um toque. O envolvimento de toda a equipa no processo atacante também foi evidente no Dragão. 

Sinal -

Quim Machado - Ninguém pode tirar o mérito do treinador do Belenenses em tentar jogar ao ataque. Os dois empates contra o FC Porto colocaram Quim Machado em foco durante a semana. Os azuis do Restelo têm qualidade e o treinador tem uma atitude positiva, mas falta sempre alguma coisa para chegar à vitória. O que se passou com o Belenenses na Amoreira é um filme visto na temporada passada no V.Setúbal da segunda volta. O bom futebol produzido traduz-se em zero pontos. Neste caso, um ponto nunca é suficiente para satisfazer todas as partes e Quim Machado já tem demasiados empates desde a chegada ao Restelo.

Comentários

Mensagens populares