As explicações importantes de Nuno Espírito Santo


As explicações sobre a forma como FC Porto joga de Nuno Espírito Santo na conferência de imprensa de antevisão à recepção ao Sp.Braga deu para perceber porque razão os dragões estão a perder pontos.

O técnico portista fez saber que o FC Porto ataca com os dois laterais no meio-campo adversário, os centrais e o número 6 ficam atrás, sendo que, os dois pontas-de-lança, e o dois médios mais ofensivos estão praticamente na grande área do oponente. 

O desenho permitiu mostrar a insistência dos dragões em atacarem pela zona central, mesmo não tendo nenhum desequilibrador. Numa equipa que pretende criar perigo pelo meio tem de haver algum génio. O FC Porto tem jogadores com qualidade técnica, mas nenhum deles está em condições de fazer o trabalho porque também têm de efectuar outras tarefas. Por exemplo, Brahimi tem sido colocado na linha, o mesmo acontecendo com Otávio e Oliver Torres. Nos desafios, os jogadores perdem tempo ao iniciarem a jogada de fora para dentro e para haver desequilíbrios é necessário começar no meio para permitir desmarcações rápidas. 

Um outro factor que não está a ser aproveitado são os cruzamentos. Os laterais correm a linha, mas raramente estão a meter bolas em André Silva e Diogo Jota. 

O quadro apresentado pelo técnico revela que o FC Porto tem um jogo afunilado que praticamente não cria mossas nas defesas altamente fechadas, como se viu no Restelo e no último jogo contra o Belenenses no Dragão. Ainda falta maturidade e qualidade aos jogadores para assimilarem as ideias, embora nalguns jogos já tenha sido colocado em prática. O problema é que os adversários toparam rapidamente o jogo azul e branco. 

O desafio frente aos bracarenses vai ser interessante para perceber se a equipa de José Peseiro vai defender o terceiro lugar ou tentar distanciar-se dos azuis e brancos na classificação.

Comentários

Mensagens populares