Other Languages

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Benfica x Sporting


O derby entre Benfica e Sporting é bastante importante porque está em causa a liderança do campeonato, já que, as duas equipas estão separadas por dois pontos. A derrota do Benfica na Madeira permitiu a aproximação dos leões em vésperas da deslocação à Luz. O resultado alcançado na temporada passada oferece novamente esperança aos adeptos leoninos na repetição do resultado, na mesma semana em que ficaram fora das competições europeias depois da derrota perante o Légia de Varsóvia que decidia o terceiro lugar e o consequente apuramento para as eliminatórias da Liga Europa. Os encarnados somaram a segunda derrota consecutiva contra o Nápoles, mas seguem em frente na competição milionária.

Os últimos resultados não preocupam os adeptos ouvidos pelo GOLO que anteciparam o jogo da Luz. O sportinguista João Castelo-Branco admite que "as duas equipas estão a praticar bom futebol porque não têm medo de ter a posse bola e controlar o jogo", tendo confessado que "a experiência do Benfica permite lidar melhor com a pressão, mas as duas derrotas consecutivas pode mexer com o ego dos jogadores". Apesar de tudo, o sportinguista destaca a "a coesão do Sporting". Por outro lado, o benfiquista Luís Assis Teixeira não tem dúvidas que "neste momento o Benfica está a jogar melhor e tem mais capacidade" para ultrapassar a pressão inerente a qualquer desafio desta natureza. 

As equipas funcionam sempre melhor colectivamente, mas nos grandes jogos há sempre um jogador que se destaca. Os dois adeptos acreditam que a chave da vitória estará na velocidade e qualidade técnica dos extremos. Luís Assis Teixeira entende que a actual forma de Sálvio será decisiva, enquanto João Castelo-Brnaco aponta Gelson Martins para dar os três pontos aos leões, embora acrescente Adrien Silva e Bas Dost. 

O adepto benfiquista também concorda que "Gelson Martins e Bas Dost são os pontos fortes do Sporting". Por outro lado, o sportinguista refere a capacidade de Fejsa e Pizzi "dominarem o meio-campo durante o jogo, além de serem pilares na construção das jogadas do Benfica". 

No plano mais negativo das equipas, os adeptos também não fogem muito daquilo que tem sido as criticas principais. O Sporting continua sem substituo à altura de Bas Dost, sendo que, o jogo de quarta-feira frente ao Légia Varsóvia confirmou que "os suplentes para o lugar de ponta-de-lança não são os melhores nem sequer para apoiar Bas Dost". João Castelo-Branco confessa que tem saudades da dupla Slimani-Teo Gutierrez. 

No Benfica, Luís Assis Teixeira garante que "neste momento a defesa" é o ponto mais fraco do Benfica, em particular "os dois centrais"

O resultado do derby lisboeta tem importância no futuro dos dois treinadores que orientam cada formação há quase duas temporadas, sendo possível, enumerar as características que determinam cada liderança. O benfiquista considera que Rui Vitória prima pela "tranquilidade". João Castelo-Branco destaca a "capacidade de leitura do jogo porque muda as aspirações do adversário". 

Os 11 titulares de cada formação só será conhecida a poucos minutos do início da partida, mas os dois adeptos podem dar os últimos conselhos a Jorge Jesus e Rui Vitória.

Onze do Benfica por Luís Assis Teixeira: Ederson, Nélson Semedo, Grimaldo, Lindelof, Lisandro, Fejsa, Pizzi, Salvio, Rafa, Jonas, Raúl Jiménez

Onze do Sporting por João Castelo-Branco: Rui Patrício, João Pereira, Coates, Ruben Semedo, Zegelaar, William Carvalho, Adrien Silva, Gelson Martins, Bryan Ruiz, Bruno César, Bas Dost

Sem comentários:

Enviar um comentário