FA Cup. Wimbledon garante apuramento com quatro golos nos últimos dez minutos

2ª eliminatória

Curzon Ashton 3 AFC Wimbledon 4

Golos: Morgan 3 - Elliott 2, Barnett, Poleon

O futebol inglês é pródigo em jogos com muitos golos, sendo que, as reviravoltas também são uma imagem de marca, como se viu no Bournemouth-Liverpool nesta ronda da Premier League. 

Neste fim-de-semana a segunda eliminatória da Taça de Inglaterra proporcionou mais momentos que ficam na memória dos clubes, jogadores e dos adeptos, mas também são registados com entusiasmo pela comunicação social.

O modesto Curzon Ashton que actua na Conferência Nacional recebeu o Wimbledon que joga na League One. 

O desafio começou logo com o golo de Morgan no primeiro minuto. O jogador marcou mais dois golos até aos 62, provocando euforia no Tameside Stadium porque era mais um resultado positivo alcançado por uma equipa de menor valor perante um adversário mais forte. 

A festa já estava a ser preparada pelos locais, mas a emoção estava mesmo guardada para o fim. Nos últimos dez minutos, o Wimbledon operou a reviravolta ao fazer quatro golos aos 80, 81, 82 e 92 minutos. Os golos que deram o empate saíram dos pés dos jogadores visitantes como se fossem rajadas, sendo que, nos descontos ainda houve tempo para evitar o empate, o que significava novo desafio entre as equipas para desempatar a eliminatória. 

No relvado do Tameside Stadium houve surpresa, emoção, drama e espectáculo que só pode ser oferecido por um desporto apaixonante como o futebol. 

Comentários

Mensagens populares