Other Languages

sábado, 17 de dezembro de 2016

Liga NOS. Três pontos que caíram do céu

14ª jornada

Estoril 0 Benfica 1

Golo: Raúl Jiménez
MVP: Diakité - Raúl Jiménez

Uma grande penalidade convertida por Raúl Jiménez resolveu o problema num mau jogo das águias depois do brilharete contra o Sporting. 

O novo treinador do Estoril conseguiu fechar todos os caminhos para a baliza, de modo a não se estrear com uma goleada no campeonato português que desmoralizava adeptos e jogadores. O Benfica jogou sempre a passo e sem grandes ideias, embora com ocasiões de perigo proporcionadas por Rafa e Gonçalo Guedes. O ex-jogador do Sp.Braga voltou a mostrar qualidade. 

O treinador do Benfica tinha a artilharia pesada no banco para intervir em caso de emergência. Os médios benfiquistas tiveram pouca mobilidade e acerto na finalização, mas Raúl Jiménez descansou o universo encarnado com o golo aos 61 minutos. Após a grande penalidade, Rui Vitória deu um sinal positivo para dentro de campo com as entradas de Mitroglou e Jonas. Os dois jogadores criaram situações suficientes para reclamarem a titularidade depois da pausa natalícia, lançando um aviso a Jiménez e Gonçalo Guedes.

No final, o Estoril podia ter aproveitado alguns lances de bola parada para festejar um empate que daria moral ao treinador espanhol. 

O Benfica correu inúmeros riscos com a atitude passiva demonstrada na Amoreira, dando uma vida extra aos rivais que acreditam na possibilidade da águia ser ferida antes dos confrontos directos que se realizam na segunda volta.

Sem comentários:

Enviar um comentário