Taça de Portugal. Os golos só surgiram quando Gonçalo Guedes aumentou a velocidade

Oitavos-de-final

Real 0 Benfica 3

Golos: Mitroglou 2, Jiménez

Um triunfo tranquilo para os encarnados na caminhada rumo ao Jamor, embora com algumas dificuldades no primeiro tempo.

O treinador benfiquista apostou em vários jogadores pouco utilizados, além de estrear Yuri Ribeiro. As chamadas de Zivkovic e Carrillo constituíam uma oportunidade para os dois sentirem que podem ser alternativas aos titulares. O sérvio deu algum cheirinho do que pode valer no futuro, mas o peruano continua com a mesma lentidão. 

A lentidão no primeiro tempo não agradou a Rui Vitória, pelo que, o segundo tempo trouxe mais velocidade por parte dos campeões nacionais, muito à custa da entrada de Gonçalo Guedes, que participou nos três golos do Benfica, apesar de não ter marcado. A eficácia esteve a cabo de Mitroglou e Jiménez. 

A velocidade foi a principal alteração no jogo das águias, o que evitou surpresas de última hora, mas também ninguém pode dizer que o Real manteve o nível exibido nas duas últimas eliminatórias. A participação da equipa de Sintra fica registada, sendo que, haverá ainda mais hipóteses de voltar a escrever sobre os feitos de uma formação ambiciosa. 

Comentários

mts

Mensagens populares