Poste Direito. Erros de Jesus passam ao lado por causa das eleições


O início da era Jesus em Alvalade começou muito bem com a conquista da Supertaça, mas agora parece que o castelo tem tudo para ruir. 

Os maus resultados devem-se exclusivamente às más contratações que não permitem descanso aos titulares, mas também à ideia de jogo definida pelo treinador desde os tempos que comandava o Benfica. A pressão feita pelas outras equipas aos médios mais criativos impede qualquer tipo de desenvolvimento do ataque porque o Sporting insiste em jogar pelo meio, aproveitando pouco os extremos. A equipa não abusa da qualidade de Gelson Martins e Joel Campbell.

Durante o período em que esteve no comando técnico do Benfica os adversários mais fortes também conseguiam anular o trabalho realizado pelos vários médios que foram passando pelo clube. 

A sobrevivência do jogo leonino depende da forma de William Carvalho e Adrien Silva. Tendo em conta que Jesus confessou que os dois campeões europeus estão em má forma, não havendo substitutos à altura, torna-se impossível manter a regularidade exigida a uma equipa que luta por todos os títulos. 

As principais críticas estão a ser dirigidas a Bruno de Carvalho porque daqui a dois meses há eleições e o presidente leonino também gosta de se expor muito, sendo um alvo fácil para os adeptos dos rivais. Neste momento, o treinador tem sido salvo pela estrutura leonina para proteger os jogadores. 

Comentários

mts

Mensagens populares