Champions League. A vingança serve-se com quatro golos sem resposta

Oitavos-de-final 
1ª Mão

PSG 4 Barcelona 0

Golos: Di Maria, Cavani, Draxler

Nas duas últimas temporadas, o PSG foi sempre eliminado pelo Barcelona nos quartos-de-final, mas nesta edição os franceses vingaram-se sem dó nem piedade dos catalães. 

Um jogo perfeito do campeão francês resultou num goleada histórica que impede a reviravolta do Barcelona na segunda mão. O campeão espanhol nunca atira a toalha ao chão, mas o PSG apenas imitou as equipas que conseguiram roubar pontos ao Barcelona, embora os artistas sejam outros. Sem Messi e Iniesta ninguém consegue alimentar o trio MSN.

O PSG esteve fantástico em dois momentos que costumam ser as principais armas do adversário. No plano defensivo secou Messi através de um grande exibição de Rabiot, sendo que, Verratti fazia a ligação com o ataque. O segundo golo é um exemplo disto mesmo. Rabiot pressiona e tira a bola ao craque argentino. Verratti recupera o esférico e só tem de utilizar a velocidade para entregar a Julian Draxler. A segunda arma bem aproveitada pelos parisienses foi o trio de atacantes que colocou MSN no bolso. Ora, Draxler e Cavani marcaram um golo, enquanto a magia de Di Maria fez mais dois. Quatro golos contra zero de Neymar, Messi e Suárez que nem sequer tiveram oportunidade para rematar. O único lance de perigo dos visitantes acabou por ser num remate do português André Gomes aos 21 minutos da primeira parte. 

A contratação de Draxler no mercado de inverno visa a conquista da Champions League. O PSG continua a lutar pela reconquista do título nacional. A prova milionária é um desejo antigo, mas sempre adiado por culpa do Barcelona. Senão houver milagre em Camp Nou pode ser um bom sinal.

Man of the Match: Di Maria

Comentários

mts

Mensagens populares