Copa del Rey. Barcelona aproveita atitude conservadora de Simeone para se colocar em vantagem

Meias-finais
1ª mão

Atlético Madrid 1 Barcelona 2

Golos: Griezmann - Luís Suárez, Leonel Messi

A passagem dos colchoneros à final esteve perto de ficar comprometida por causa de 30 minutos fantásticos do Barcelona, coroados com dois grande golos. O primeiro marcado por uma arrancada de Suárez aos 6 minutos que deixou os centrais adversários atónitos e aos 30 Leonel Messi atira uma bomba de fora da área.

O domínio blaugrana no primeiro tempo impediu os anfitriões de respirarem por causa da qualidade dos melhores jogadores, mas também por causa da atitude conservadora de Simeone no início da partida permitindo 45 minutos de vantagem ao campeão. O treinador argentino apostou em Ferreira-Carrasco e Griezmann num 4x4x2 sem referências fixas no ataque. 

A entrada de Torres no segundo tempo mudou o cenário, já que, o avançado espanhol teve uma ocasião aos 50 minutos. O golo de Griezmann surgiu aos 60, sendo que, dois minutos mais tarde podia ter feito o 2-2.

A postura do Atlético deveria ter sido diferente porque jogou em casa. As alterações na segunda parte com as entradas de Gaitán e Kevin Gameiro mexeram com o jogo. Os laterais e os extremos tiveram espaço para efectuar cruzamentos devido à debilidade dos laterais Sergi Roberto e Jordi Alba no plano defensivo, o que não acontece com os centrais. Piqué e Umtiti secaram a falsa mobilidade de Griezmann e Carrasco na primeira metade. 

Nos últimos quinze minutos, Torres, Griezmannn, Gameiro e Godín por duas vezes poderiam ter alterado o resultado com que os colchoneros vão jogar em Camp Nou na segunda mão. 

O resultado garante a mesma emoção verificada na segunda parte para o desafio da próxima semana.

Comentários

Mensagens populares