Liga Europa. Apoel só precisou de duas oportunidades para dar a volta à eliminatória

16 avos-de-final
2ª Mão

Apoel Nicosia 2 Athletic Bilbau 0

Golos. Sotiriou, Gianniotas

A história da primeira mão não se repetiu por duas razões. Em primeiro lugar, o Apoel equilibrou o desafio, sendo melhor na primeira parte e eficaz no segundo tempo. A segunda razão tem a ver com a má exibição do Athletic, que só dominou nas estatísticas. 

O único aspecto que se manteve do primeiro para o segundo jogo foi o sentido de oportunidade dos cipriotas. Em dois lances consecutivos logo na segunda parte selaram o desfecho da eliminatória. 

Nestes jogos europeus não é fácil dar a volta sem ter jogadores que desequilibrem. Os bascos podem ter uma orientação colectiva importante, mas falta um génio para fazer face à vontade do adversário. 

Comentários