Liga Europa. Estratégia seguida à risca resulta numa vantagem importante

16 avos-de-final
1ª Mão

Celta de Vigo 0 Shakhtar Donetsk 1

Golo: Leschuk

Um contra-ataque letal dos ucranianos bastou para sair com uma vitória muito importante dos Balaídos.

A estratégia utilizada por Paulo Fonseca durante 90 minutos não mudou uma linha, mesmo depois de se encontrar em vantagem. Aliás, o golo tornou o Shakhtar mais forte a defender, apesar do Celta ter conseguido criar algumas situações de perigo.

A única forma de tirar espaço aos avançados galegos só podia ser com um autocarro bem fechado. O treinador português sabe que não se pode dar oportunidade a Guidetti, Wass e Iago Aspas. 

O início de jogo dos ucranianos parecia indicar que a falta de ritmo iria ser um problema, mas a equipa cresceu até se encontrar em vantagem. 

O Celta perdeu muito tempo em tentar penetrar na área adversária, muitas vezes à procura de uma grande penalidade. Na segunda mão necessita de rematar mais para aproveitar as pequenas fragilidades da defesa ucraniana, que começam no guardião Pyatov.

Comentários

Mensagens populares