Premier League. Novo triunfo frente a um rival não dá para lutar pelo título

27ª jornada

Liverpool 3 Arsenal 1

Golos: Firmino, Mané, Wijnaldum - Welbeck

Os reds continuam imbatíveis nos jogos frente aos candidatos ao título, tendo somado o 19º ponto contra os primeiros seis classificados da Premier League.

A marca dava para lutar pelo título, mas as derrotas frente a formações menos competentes apenas dá para garantir o regresso às competições europeias. Apesar de algumas críticas, o trabalho de Jurgen Kloop tem sido sempre em ascensão.

A forma como o Arsenal encarou o desafio revela que o tempo de Arsene Wenger terminou. Não se percebe porque razão Walcott e Alexis Sanchez começaram o jogo no banco, a não ser que o treinador acredite numa reviravolta milagrosa na segunda mão da Champions League.

O Liverpool aproveitou muito bem a postura defensiva do adversário para marcar o golo aos 9 minutos por Firmino. A natural reacção dos visitantes não se concretizou porque não havia quem pegasse no jogo. A pressão dos anfitriões continuou a ser asfixiante para a defesa dos gunners, pelo que, antes do intervalo houve tempo para Mané fazer o 2-0.

A esperada tentativa de marcar golos só aconteceu no segundo tempo, após a entrada do craque chileno, mas o 2-1 pertenceu a Welbeck aos 56 minutos. 

O golo teve novo efeito negativo no Arsenal, que ainda contou com a contribuição de Walcott, porque não surgiram mais oportunidades, a não ser o contra-ataque do Liverpool no final que deu origem ao 3-1 de Wijnaldum.

As duas equipas têm tido altos e baixos desde Novembro, pelo que, não podem aspirar a mais do que lutar pelas competições europeias.

Comentários