WCQ. Chapéu de Neymar coloca ponto final nas dúvidas

Zona Sul-Americana
Fase Única
13ª jornada

Uruguai 1 Brasil 4

Golos: Cavani - Paulinho 3, Neymar

O Brasil mostrou qual é a melhor equipa sul-americana na deslocação ao Estádio Centenário em Montevideu, num encontro que colocava frente a frente os dois primeiros classificados da zona de apuramento.

A pressão inicial do Uruguai parece ter assustado o Brasil. A intenção dos anfitriões era marcar o golo cedo para incomodar uma selecção em construção. As duas equipas tiveram de jogar sem duas estrelas. Suárez no Uruguai e Gabriel Jesus pelo Brasil. 

O novo seleccionador brasileiro resolveu a situação optando pelo 4x3x3, sem ponta-de-lança fixo e com liberdade para os avançados trocarem de posições. O Uruguai tinha Cavani como referência e Diego Rolan nas costas. 

O golo do jogador do PSG de grande penalidade acordou o Brasil. Os canarinhos vieram para a frente, trocando a bola, enquanto os uruguaios lançavam bolas longas para aproveitar a velocidade e qualidade técnica de Cavani. No Brasil houve apenas dois jogadores que revolucionaram a partida. 

O primeiro foi o médio Paulinho que marcou três golos e o segundo só podia ser Neymar. O craque do Barcelona desorientou a defesa uruguaia e fez um "chapéu" a Martin Silva no terceiro golo. 

A selecção canarinha liderada por Tite não tem qualquer goleador, como costuma ser habitual, nem muitos jogadores acima da média. O génio de Neymar é suficiente para a restante equipa funcionar perfeitamente. O meio-campo composto por Paulinho, Renato Augusto e Casemiro promete ser útil no Mundial 2018. 

O triunfo significa o reforço da liderança do Brasil. Oscar Tabarez continua sem ganhar aos canarinhos.

Comentários

mts

Mensagens populares