Liga NOS. Pacenses foram os únicos que correram para conquistar a vitória

30ª jornada

Paços de Ferreira 3 Sp.Braga 1

Golos: Luiz Phellype 2, Andrezinho - Rodrigo Pinho
MVP: Luiz Phellype - Rodrigo Pinho

Os bracarenses desceram à Terra, depois da boa exibição e resultado positivo frente ao FC Porto. A falta de agressividade da equipa continua a ser a principal preocupação do técnico Jorge Simão.  Os jogadores entraram sem velocidade, perdendo todos os duelos directos com o adversário e não metendo o pé para evitar passes e remates perigosos. Além disso, os erros defensivos permitiram dois lances de bola parada que deram golo.

Os pacenses tinham de ganhar a partida, face aos últimos resultados, particularmente à subida de forma do Tondela que assustou os clubes que já tinham conquistado trinta pontos. A diferença de atitude e garra fez a diferença no resultado final. As escolhas do treinador bracarense também começam a ser discutíveis, nomeadamente a falta de qualidade de Battaglia. O meio-campo bracarense está quase todo castigado ou lesionado, mas não faz sentido insistir num jogador inconstante nas exibições. 

O golo de Rodrigo Pinho não assustou muito os pacenses porque tinham o desafio controlado, tendo definido o resultado final em 3-1 logo a seguir. 

Os bracarenses estão a uma vitória de garantir o sexto lugar que permite o acesso às competições europeias, mas mesmo o quinto posto é muito pouco tendo em conta a ambição revelada por Jorge Simão no dia da apresentação. Em caso de triunfo nas últimas quatro partidas pode chegar perto da meta dos 65 pontos, mas se os vimaranenses também fizeram o mesmo, a promessa não fica cumprida.

Comentários

Mensagens populares