Premier League. Hazard obriga Guardiola a pensar na reestruturação do City

31ª jornada

Chelsea 2 Manchester City 1

Golos: Eden Hazard 2 - Sergio Aguero

Os blues deram um grande passo na conquista do título. A vitória sobre o City afasta definitivamente um concorrente directo.

A história do jogo resume-se à primeira parte, devido ao equilíbrio entre as duas equipas, pelo que, só a mestria de dois grandes jogadores poderiam fazer a diferença. 

O Chelsea entrou decidido a ganhar a partida, tendo no belga Eden Hazard o principal elemento de ataque. O City perdeu mais uma vez por causa da fraca qualidade defensiva e da falta de soluções práticas no ataque. Pep Guardiola tem de contratar melhores jogadores se quiser ser campeão na próxima temporada. 

O City conseguiu o empate nas raras ocasiões em que ameaçou a baliza de Courtois. Aguero aumentou o número de golos, embora seja apenas um prémio de consolação. A verdade é que o argentino deve ser tido mais em consideração pelo treinador. 

O 1-1 durou pouco tempo porque Hazard voltou a introduzir a bola na baliza. Uma grande exibição do médio-ofensivo que actuou no centro, apesar de na ficha de jogo ser empurrado para a esquerda do ataque. 

A emoção do primeiro tempo não se verificou na segunda parte devido ao calculismo dos anfitriões. O Chelsea é uma equipa implacável sempre que tem de defender uma vantagem e nem o virtuosismo do adversário conseguiu ultrapassar a barreira. A segunda tarefa de Guardiola no mercado de transferências passa por encontrar jogadores mais práticos, como um bom ponta-de-lança para  ser eficaz em situações de chuveirinho. 

Comentários

Mensagens populares