Premier League. À terceira vez Mourinho consegue vencer o Chelsea

33ª jornada

Manchester United 2 Chelsea 0

Golos: Marcus Rashford, Ander Herrera

Os red devils impuseram uma derrota ao Chelsea e continua a sonhar com a presença num lugar de acesso à Champions, além de relançar o campeonato relativamente à luta pelo título entre o Chelsea e o Tottenham.

O treinador português optou por um meio-campo com cinco unidades e um ataque móvel sem Ibrahimovic. O craque sueco ficou no banco para o ataque dos anfitriões não ser presa fácil face à eficaz estratégia defensiva do adversário. 

A colocação de Rashford e Lingard beneficiou os extremos e também Ander Herrera nas tarefas ofensivas, já que, Pogba e Fellaini ficavam com missões defensivas. O Chelsea não existiu em termos atacantes, apesar de Diego Costa e Eden Hazard estarem no onze. O brasileiro foi secado pelos três defesas centrais e Hazard teve a companhia de Herrera durante 90 minutos. 

O primeiro golo nasce de um grande passe de Herrera para Rashford. O número 19 não tremeu perante o gigante Courtois. A resposta dos visitantes à desvantagem foi nula, confirmando o desinteresse por parte de Conte relativamente à vitória na partida. Talvez o empate surgisse numa bola parada. 

No reatamento o Manchester United fez o 2-0 por Herrera. Uma grande tarde do número 21 com uma assistência e o segundo tento. A reacção do Chelsea continuou a ser negativa até final, conseguindo não rematar nenhuma vez à baliza de De Gea. Os red devils também remataram apenas três vezes, mas marcaram. 

Nem parecia que o United jogava apenas para entrar na luta pelo acesso às competições europeias e o Chelsea tentava manter a mesma distância sobre o segundo lugar. Após duas derrotas nesta temporada, Mourinho venceu finalmente o antigo clube, merecendo um cântico especial nas bancadas de Old Trafford. O mesmo que durante anos ouviu em Stamford Bridge. 

Comentários

mts

Mensagens populares