Cristiano Ronaldo e Gonzalo Higuain reservam lugares na final


A primeira-mão das meias-finais da competição confirmou a superioridade do Real Madrid e Juventus face a Atlético Madrid e ao Mónaco.

Os favoritos não tiveram problemas em vencer, conquistando uma vantagem grande para encarar a segunda mão com mais tranquilidade, sobretudo os italianos que marcaram dois golos fora de casa. A oposição dos colchoneros e dos monegascos foi bastante fraca, questionando a qualidade para estarem na fase da prova. 

As duas vitórias também se deveram à qualidade de dois grandes jogadores. O português Cristiano Ronaldo e o argentino Gonzalo Higuain estiveram em destaque porque marcaram todos os golos. O melhor do mundo apontou um hat-trick, elevando o número de golos na competição para 10. Cristiano já tinha sido decisivo na eliminatória anterior frente ao Bayern Munique. 

Embora o Mónaco e o Atlético tenham bons pontas-de-lança, a verdade é que Falcão, Mbappé, Griezmann e Gameiro ficaram em branco, reduzindo as hipóteses de apuramento na segunda mão. Nada está decidido, mas falta pouco para Real Madrid e Juventus reeditaram a final de 1998. 

STATS

Na primeira mão marcaram-se cinco golos, sendo que só dois jogadores foram eficazes. O jogador português ascendeu à segunda posição com dez golos, menos um do que Leonel Messi, enquanto Higuain fez apenas o quinto golo. Nas assistências, Neymar mantém vantagem de dois sobre Cristiano Ronaldo. No plano colectivo, o Real Madrid continua na primeira posição nos golos marcados com 31. 
Na disciplina, apenas Daniel Alves pode alcançar o primeiro lugar nas faltas cometidas ocupado por Arturo Vidal, bastando que faça mais uma falta para o igualar. 

Melhores da Jornada

Melhor jogo:
Mónaco - Juventus
Apesar do desnível no resultado, as duas equipas entraram bem na partida, com vontade de marcar, mas o golo de Higuain tirou forças aos franceses. O domínio da Juventus não se traduziu num sufoco que impedisse o Mónaco de visar a baliza do adversário. O problema é que o controlo de bola nem sempre foi o melhor.

Melhor Jogador
Cristiano Ronaldo
O craque português caminha novamente para ser o melhor jogador da prova e o maior goleador. Em três jogos fez oito golos, dando praticamente a qualificação para a final, onde poderá ser mais uma vez decisivo. A qualidade dos golos é outro aspecto que beneficia o jogador.

Melhor Equipa
Real Madrid
A exibição perante os madrilenos não é a melhor da prova, mas acaba por ser bastante eficaz, o que é importante nos desafios contra os colchoneros. O domínio nem sempre é o fundamental porque a eficácia desmoraliza o adversário.

NOTAS

+ Hat-trick de Cristiano Ronaldo

+ Dois golos de Gonzalo Higuain

+ Eficácia de Real Madrid e Juventus

+ Qualidade dos golos de Ronaldo e Higuain

+ Assistências de Daniel Alves nos dois tentos do avançado argentino

- Fraca oposição de Atlético Madrid e Mónaco

- Eliminatórias praticamente resolvidas

- Desaparecimento de Mbappé, Griezmann, Gameiro e Falcão

Comentários

Mensagens populares