terça-feira, 24 de abril de 2018

Champions League. Novo massacre coloca o Liverpool com os dois pés em Kiev

Meia Final
1ª Mão

Liverpool 5 AS Roma 2

Golos: Mohammad Salah 2, Roberto Firmino 2, Sadio Mane - Dzeko, Perrotti


O massacre dos reds começou aos 36 minutos, e terminou no minuto 69, sendo que, a saída de Mohammad Salah permitiu aos italianos terem mais bola, embora sempre ameaçados pelas investidas velozes de Mane e Firmino

 O primeiro assalto à baliza de Allison teve como personagem principal Sadio Mané com duas oportunidades consecutivas antes da meia-hora. A AS Roma equilibrou a contenda, devido à excelente acção de Nainggolan, que roubou muitas bolas no meio-campo, mas na segunda vaga foi impossível parar o que já se adivinhava. 

Apesar dos momentos de ataque, a primeira situação de verdadeiro perigo pertence aos visitantes, num remate de Kolarov que poderia ter dado golo caso o pequeno desvio de Karius não tivesse ido parar à barra aos 18. 

A noite continuava perfeita, mas a substituição de Juan por Perrotti organizou a equipa no plano defensivo. O central brasileiro foi comido em praticamente todos os lances de golo que surgiram pelo lado direito do ataque do adversário. A entrada de Perrotti deu mais posse de bola e consistência atacante, permitindo chegar com outros argumentos à baliza de Karius. 

Os dois golos marcados por Dzeko e pelo número 8 motivam os adeptos italianos que esperam a repetição da exibição frente ao Barcelona na segunda mão dos quartos-de-final. Contudo, o Liverpool provou na eliminatória anterior que também pode obter sucesso com a mesma estratégia fora de portas.

Sem comentários:

Enviar um comentário