domingo, 29 de abril de 2018

Premier League. Mourinho venceu Wenger no último duelo

36ª jornada

Manchester United 2 Arsenal 1

Golos: Pogba, Fellaini - Mkhtaryan
MOM: Fellaini - Mkhtaryan

Num desafio marcado pelo respeito dos adeptos do United a Arsene Wenger imperou a lei do mais forte. A formação com mais capacidades e que também está melhor classificada controlou a partida, mesmo tendo marcado o golo da vitória nos descontos. Contudo, a forma como dominou os ritmos, sobretudo na parte final onde tentou vencer, confirma a superioridade em todos os aspectos.

O Arsenal estava mais interessado no duelo da próxima quinta-feira na Liga Europa do que em salvar a honra no último clássico da temporada. O técnico francês pretende terminar a viagem de 22 anos ao serviço do clube com a conquista de mais um troféu, pelo que, deixou alguns jogadores importantes no banco como Lacazzette, Ramsey e Cech. 

Tendo em conta que a qualidade estava do lado dos anfitriões, a responsaibilidade também se transferiu para esse lado, mas também houve enormes períodos de relaxamento. 

A entrada de Rashford mexeu com a dinâmica atacante da equipa na parte final, notando-se satisfação por parte dos gunners em arrancar o pontinho que já não serve para nada porque o Tottenham pode impedir o regresso à Champions através do campeonato se vencer o Watford. 

O jogo transformou-se num duelo de amigos que se respeitaram mutuamente, como prova a falta de celebrações de Miktharyan no golo e na retribuição dos adeptos que aplaudiram o jogador na substituição.

Sem comentários:

Enviar um comentário