quarta-feira, 13 de junho de 2018

História dos Mundiais: Coreia/Japão 2002





O primeiro mundial realizado na Ásia, e organizado por dois países, trouxe mau futebol e suspeitas relacionadas como uma das equipas anfitriãs conseguiu alcançar as meias-finais. A forma como a Coreia do Sul venceu a Itália e a Espanha levanta muitas questões. 

A primeira decepção aconteceu na fase de grupos com a eliminação da França, que ostentava o título de campeão do mundo. Os franceses perderam contra o Senegal e a Dinamarca, e empataram com o Uruguai. A selecção portuguesa também ficou na fase de grupos com duas derrotas frente aos Estados Unidos e à Coreia da Sul, vencendo apenas contra a Polónia. A Argentina caiu nesta fase atrás da Suécia e Inglaterra. No plano negativo uma nota para a China, Arábia Saudita e Eslovénia que não efectuaram qualquer ponto. 

A Alemanha conseguiu um registo curioso no percurso até à final, já que, venceu todos os jogos pela margem mínima. Ballack marcou nos desafios contra o Paraguai e os Estados Unidos. Os norte-americanos mantiveram a boa forma da primeira fase com um triunfo sobre os vizinhos mexicanos. Os ingleses ganharam com tranquilidade sobre a Dinamarca no desafio mais equilibrado, mantendo a esperança de regressar aos palcos decisivos. Os senegaleses confirmaram que os resultados da primeira fase não surgiram por acaso com uma vitória sobre a Suécia no prolongamento. Ao contrário dos sul-coreanos, o Japão terminou a aventura com uma derrota frente à Turquia. 

Nos quartos, o Brasil acabou com as esperanças dos ingleses em regressarem aos títulos mundiais, apesar de Michael Owen ter marcado aos 22 minutos. No entanto, dois jogadores do trio RRR, deram a volta ao resultado. O sonho do Senegal terminou no prolongamento com um golo de Ilhan Mansiz. 

Os dois jogos das meias-finais tiveram o mesmo desfecho. Brasil e Alemanha ganharam apenas por uma bola a zero contra os turcos e sul-coreanos, respectivamente.

Na final, Ronaldo deitou para trás a má exibição na final do Mundial 98 e marcou os dois golos que deram o penta ao Brasil.

Sem comentários:

Enviar um comentário