Other Languages

domingo, 10 de junho de 2018

Histórias dos Mundiais: Alemanha 1974



O formato do primeiro mundial realizado em solo alemão mudou relativamente às últimas edições. A primeira fase manteve-se com quatro equipas divididas pelo mesmo número de grupos, mas na segunda fase as oito equipas foram distribuídas em dois grupos. 

Nesta prova aconteceu algo inédito. O primeiro e único jogo entre a Alemanha Ocidental e a Alemanha Oriental, mais conhecidas por República Federal Alemã e República Democrática Alemão, respectivamente. O triunfo pertenceu aos democratas por 1-0 com golo de Sparwasser. As duas equipas passaram o grupo, embora só a Alemanha Ocidental tenha assegurado a presença na final. O Zaire, Haiti e a Austrália marcaram presença pela primeira vez, sendo que, apenas os australianos conseguiram pontuar. 

A grande decepção da prova foi o Brasil, apesar de ter passado à segunda fase porque sofreu menos um golo que a Escócia. 

A selecção holandesa chegava ao mundial com bastantes esperanças, tendo em conta, a valia dos jogadores. Em seis jogos disputados nas duas fases conseguiram cinco vitórias e um empate. No desafio decisivo contra o Brasil, Neeskens e Cruyft carimbaram o passaporte para a final. No grupo B, a Alemanha Ocidental também limpou com três vitórias. 

A grande final entre a laranja mecânica e os alemães que decorreu no Estádio Olímpico de Munique, ficou decidida na primeira parte a favor dos anfitriões. Neeskens abriu o marcador aos 2 minutos, mas Breitner e Muller deram a reviravolta antes do intervalo. 

Apesar de alguns jogos que terminaram empatados a zero, marcaram-se 97 golos. A Polónia teve o melhor ataque da primeira fase e o Gregorz Latto ficou com a bota de ouro. O melhor jogador do torneio foi Johan Cruyft.

Sem comentários:

Enviar um comentário