Team profile: Argentina


Uma autêntica parada de estrelas que nem sempre constituem um colectivo forte. A entrada de Jorge Sampaoli no comando técnico impediram uma eliminação quase vergonhosa para o vice-campeão. Nas fases finais há que contar sempre com a qualidade individual de jogadores que desequilibram em qualquer altura. No entanto, não se pode esperar muito talento na fase de grupos, já que, as forças vão ficar guardadas para as eliminatórias, onde perante adversários do mesmo calibre, a motivação será maior. 

A quantidade de jogadores criativos é bem compensada por elementos que garantam equilíbrio, nomeadamente Ever Banega e Lucas Biglia. Na defesa também se nota uma preocupação de fechar a zona central a sete chaves. 

Ponto forte

Qualidade individual - Em todas as competições não faltam jogadores acima da média, sobretudo no plano ofensivo. Tendo em conta que também está em disputa a Bola de Ouro é normal que haja lugar para toques de genialidade. 

Ponto fraco 

Guarda-Redes - A permanência de Sergio Romero e Willy Caballero no banco durante praticamente toda a temporada nos clubes coloca dúvidas sobre a forma física e técnica. Franco Armani poderá ser a escolha surpresa.

Playmaker

Leonel Messi - O astro argentino tem cada vez menos oportunidades para mostrar que também desequilibra nas grandes competições de selecções. A luta pelo título de melhor jogador da prova e da temporada servirá como motivação para o craque se juntar a Maradona na história do futebol. 

Estrela Cadente

Paolo Dybala - A sombra de Messi dificilmente será preenchida, mas Dybala tem condições para se afirmar como o goleador de uma equipa que ganha jogos à tangente sem realizar boas exibições. Nesse caso, os louros ficam todos para si.

Comentários