Team profile: Colômbia



A selecção colombiana deposita enorme esperanças num excelente resultado. Contudo, a geração de ouro do Mundial 2014 e da Copa América 2016 dificilmente consegue alcançar um feito inédito. A passagem aos oitavos-de-final não deve ser problema, já que, Senegal e Japão são alvos fáceis e a Polonia também está ao alcance. 

A magia de alguns jogadores de ataque, como James e Falcão só deverá ser útil na fase de grupos. Na segunda fase vai ser preciso mais sacrifício defensivo, e nesse aspecto, mesmo os defesas têm bastante vocação ofensiva, como Zapata, Yerri Mina e Santiago Arias. O técnico José Pekerman também deve ter a última oportunidade para conquistar uma grande prova. Nos últimos anos construiu uma selecção forte, colocando todos os talentos a jogarem em prol do colectivo. Os cafeteros ultrapassaram a barreira do individualismo com boas exibições, mas sem títulos. 

Ponto forte

Finalização: Os nomes de Radamel Falcão, Muriel e Carlos Bacca são suficientes para se perceber a qualidade no ataque, sendo que, o antigo jogador do FC Porto se encontra na melhor fase da carreira depois da grave lesão, podendo ser mais um candidato a melhor marcador

Ponto fraco

Organização defensiva: O técnico Pekerman aposta pouco na qualidade e quantidade dos centrais, apesar de Davidson Sanchez ter feito uma boa temporada. No entanto, nota-se um buraco na zona central do meio-campo defensivo que pode ser explorado por adversários rápidos como os senegaleses e japoneses

Playmaker

James Rodríguez - O jogador do Bayern Munique procura em mais uma prova internacional a consagração, seja como melhor elemento do torneio ou mais tarde recebendo a Bola de Ouro. No primeiro grande teste após a saída do Real Madrid, James deverá aproveitar para se soltar em campo, como acontece no actual clube.

Estrela Cadente

Davidson-Sanchez - O defesa central tem praticamente assegurada a presença no onze que será divulgado no final do torneio. A aposta fica feita, mesmo sem a bola rolar no relvado.

Comentários