Team profile: Irão


Os ayatollahs também raramente conseguem efectuar boas exibições nas provas internacionais, embora sejam uma das selecções asiáticas com mais presenças, liderando no plano regional. Contudo, existe um dado que é importante realçar. A importância de alguns jogadores em clubes europeus, nomeadamente Karim Ansarifard que é uma das estrelas da equipa. No ataque apenas Mehdi Taremi joga no país, enquanto os restantes actuam nas ligas europeias.

A tarefa de conseguir o impossível está nas mãos de Carlos Queiroz. O seleccionador abraçou uma tarefa complicada, mas não se deixa vencer, mesmo estando no mesmo grupo de Portugal. O Irão costuma ser uma equipa chata, que não deixa jogar e se interessa pouco por possuir a bola. O conhecimento de Queiroz pode ser um trunfo importante frente aos compatriotas, mas também contra a Espanha. 

Ponto forte

Carlos Queiroz - O seleccionador é o elemento com maior conhecimento, experiência e ambição em todo o grupo

Ponto fraco

Ambição - Uma selecção que nunca se qualificou para os oitavos-de-final não tem objectivos a partir do momento em que colocar os pés na Rússia

Playmaker

Karim Ansarifard - A temporada ao serviço do Olympiacos é a única esperança dos adeptos em conseguir marcar um golo em três partidas

Estrela Cadente

Amir - O guarda-redes do Marítimo foi uma boa surpresa na primeira liga, podendo constituir um entrave às ambições de Cristiano Ronaldo e Diego Costa


Comentários