Team profile: Rússia




Os anfitriões são candidatos a passarem aos oitavos-de-final, embora tenham adversários complicados como o Egipto e o Uruguay. A pressão de vencerem será mais uma tarefa que os jogadores podem não conseguirem ultrapassar, apesar de alguma experiência. O confronto contra a Arábia Saudita parece ser o único em que a Rússia recolhe favoritismo. Contudo, a aposta em jogadores que actuam no campeonato local, à excepção do guardião Gabulov e de Cheryshev, pode ser um factor positivo, tendo em conta os vários ambientes que se vão fazer sentir durante o torneio. No plano técnico, a Rússia já teve melhores dias, não mostrando evolução desde a má prestação no Euro 2016. O mínimo que se exige à equipa é mesmo a passagem aos oitavos onde tem possibilidade de jogar contra Portugal.

Ponto forte

Factor casa - Neste tipo de torneios, o público costuma ser o 12º jogador. A equipa vai precisar de sentir o apoio dos adeptos nas fases mais complicadas das partidas. 

Ponto fraco

Baixas expectativas - Desde há muito tempo que a qualidade do futebol russo tem vindo a diminuir. Nas competições internacionais já não existe respeito por uma selecção que costumava deixar tudo em campo. 

Playmaker

Yuri Zhirkov  - O craque do Zenit deverá ser a maior figura da equipa. A capacidade técnica deverá ser fundamental para fazer a diferença num plantel com bastante défice de virtuosismo.

Estrela Cadente

Denis Cheryshev -  O regresso a um grande clube, depois da passagem fugaz pelo Real Madrid, depende da forma como encarar a competição. O único jogador de campo que actua no estrangeiro pode ensinar os colegas a enfrentarem a pressão decorrente da grandeza da competição.

Comentários