Team profile: Suécia


O plantel sueco no torneio não é dos mais fortes em termos de grandes nomes, mas a responsabilidade é enorme devido à vitória frente aos italianos no play-off que permitiu aceder ao mundial. Os jogadores também estão dispersos por clubes europeus, mesmo não havendo a presença nos tubarões, à excepção de Victor Lindelof. 

A tarefa no grupo também não se afigura fácil, já que, dois oponentes são conhecidos por praticarem bom futebol. O estilo defensivo apresentado no Euro 2016 dificilmente sobrevive às investidadas dos alemães e mexicanos, que gostam de construir ataques rápidos. O problema é que não existe nenhum médio com capacidade para pegar na bola e entregá-la a um avançado com qualidade, seja na zona central ou nos flancos. 

Ponto forte

Organização defensiva - A Suécia está presente no torneio porque o sistema defensivo não teve falhas no desafio contra a Itália na segunda mão do play-off

Ponto fraco

Qualidade ofensiva - Não há jogador que sozinho resolva o problema de marcar golos e colectivamente também não existe estratégia nesse sentido

Playmaker

Emil Forsberg - O extremo parece ser o único com capacidade individual para contrariar o favoritismo dos adversários

Estrela Cadente

Victor Lindelof - O crescimento do central tem sido notório com exibições que o podem catapultar para o onze do torneio

Comentários