World Cup 2018. Brasil confirma apuramento à custa do talento de Philippe Coutinho

Grupo E
3ª jornada

Sérvia 0 Brasil 2

Golos: Paulinho, Thiago Silva

Uma exibição tranquila dos canarinhos e a passagem natural aos oitavos-de-final. Durante 90 minutos só deu Brasil, apesar de algum atrevimento da Sérvia. No melhor período dos europeus entre os minutos 60 e 67 com duas oportunidades de Mitrovic, os antigos campeões mundiais deram a estocada final num cabeceamento de Thiago Silva depois de um canto marcado por Neymar.

Os olhos estão colocados praticamente na qualidade individual do número 10 do Brasil porque os grandes jogadores estão a destacar-se nesta fase da competição. Contudo, a grande estrela canarinha chama-se Philippe Coutinho. O médio efectuou mais uma assistência no golo de Paulinho e aos 56 minutos, isola Neymar para mais uma perdida. Os números não mentem para qualificarem as exibições individualistas daquele que protagonizou a maior transferência do futebol mundial. Durante a partida perdeu mais de 20 vezes a bola, aumentando o número que vem desde o primeiro desafio. Nas contas não estão contabilizados os falhanços só com o guarda-redes pela frente como aconteceu nos descontos.

Apesar de todos os sinais serem negativos, o seleccionador Tite continua a acreditar na recuperação do craque para a fase mais importante da prova, mas parece que Coutinho assume uma importância maior no capítulo das assistências e em carregar a equipa às costas.

Comentários